Imagem capa - O Primeiro Aniversário por Veloso Valentim Fotografia
FotografiaFestas infantis

O Primeiro Aniversário

Muitos pais e mães se perguntam se devem ou não fazer a festa de 1 aninho do filho. Muitos falam que é besteira pois a criança nem curte e nem vai se lembrar, que seria mais para os adultos e mais várias outras coisas.

Fotografamos várias festas, das mais simples e familiares às mais elaboradas com vários fornecedores e nós mesmos comemoramos o primeiro ano de nossas filhas, e é fato que os bebês curtem sim. Vão se lembrar da festa? Não, mas não deixa de ser especial. E para isso as fotos serão super importantes, para quando crescidos vejam essa celebração e conheçam mais de suas próprias histórias.


Festas de 1 ano de nossas filhas. Cecília em 2013 e Olívia em 2017. 


O tamanho da festa quem define são os pais, conforme seus gostos, disposição e recursos. Pode ser um bolo em casa com a família, um piquenique com os mais próximos num parque, uma super festa com buffet, brinquedos e animadores e até um passeio ou viagem só com o bebê. O importante é que seja divertido, gostoso e que também respeite o ritmo do homenageado.



Festa linda de 1 ano do Murilo decorada pela mãe Raquel da Cerejas Festas Criativas

Para isso pensamos em algumas dicas depois de tantos eventos que já acompanhamos:

A roupa deve ser confortável - Às vezes ao insistirmos em um super vestido ou fantasia com acessórios incômodos a criança se irrita e não consegue se divertir. O ideal são roupas que possibilitem que o bebê explore o que está sendo oferecido, sejam brinquedos ou a área verde. Uma boa opção são as fantasias mais estilizadas, mais larguinhas e com tecidos leves como o algodão. Vestidos podem atrapalhar as bebês que ainda engatinham e até mesmo subir nos brinquedos.  Se há uma roupa especial que talvez não a deixe tão à vontade para brincar, reserve para um ensaio fotográfico prévio (as fotos podem até enfeitar a festa) e para a hora do parabéns.  



Helena de vaqueirinha e Daniel de Harry Potter



Horário - Importante pensar no período do dia que o pequeno ou pequena esteja mais descansado e animado. Cada bebê tem um ritmo e uma rotina. Para uns as manhãs são perfeitas, para outros a tarde é o momento de mais disposição e podem até ter os bebês que curtem mais o comecinho da noite. Agende a festa conforme o tempo dele, mantendo-o bem descansado antes do evento. Tentar não sair da rotina mesmo com as demandas da festa pode ser o segredo de um aniversariante feliz.


Pausa para uma sonequinha ou mamar


Durante a festa é legal deixar o bebê aproveitar. Claro que todos querem pegar, beijar e tirar fotos com ele na mesa decorada. Mas isso costuma deixá-los irritados. Intercalar momentos de confraternização com os convidados e liberdade para explorar permite que a criança se divirta e participe de tudo que foi planejado.




O parabéns - O ápice da comemoração.  Normalmente é feito no final da festa e pode ser que o bebê já esteja cansado. Pode ser providenciada uma sonequinha antes para recarregar as baterias ou programar uma festa mais curta ou o parabéns ser cantado no início! Outro fator a ser pensado é que alguns bebês se assustam com as luzes apagadas, velas com faíscas, muitas pessoas muito próximas cantando e aplaudindo e uns efeitos muito usados em algumas festas como pequenas explosões com chuva de confetes. Importante, estão, identificar se o bebê costuma se assustar com barulhos e muitas pessoas e fazer esse momento ser agradável para ele.



Na festa da Mel a família optou por cantar os parabéns mais para o início aproveitando que a bebê estaria mais descansada e liberando os docinhos para serem consumidos ao longo do evento



Mães e Pais - normalmente muito preocupados em dar atenção a todos e se certificarem de que tudo esteja saindo conforme planejado acabam não curtindo o momento em família. Aproveitem a festa, comam e, principalmente, brinquem com o aniversariante! Vivam o dia dele com ele!




João Lucas e seus pais!


Personagens e animadores maquiados também podem ser uma boa intenção que sai do planejado. Muitos bebês têm medo quando essas atrações aparecem, então antes de contratar apresente seu bebê e veja a reação.

Presentes - Deixe um espaço reservado para eles com uma caneta para anotar quem deu cada um, quando não tiver o nome. Reserve um momento depois da festa ou no dia seguinte para abrir os presentes. Anote quem deu cada um para poder agradecer de forma mais individual e até mandar fotos do bebê com a roupa ou brinquedo.




Mariana e seus presentes



Resumindo, seja uma pequena celebração ou um mega evento, manter o foco no bebê, seu conforto e diversão, só tem benefícios! E não esqueçam de fotografar tudo, de preferência com menos poses e mais documentar o que acontece, para que daqui uns anos a família inteira possa relembrar esse dia tão especial!


 


Eu, Ana Karla, no meu primeiro aniversário. Não lembro de nada obviamente, mas amo essa foto! Sei que minha mãe fez cada detalhe por meses e acabei repetindo esse tema Circo na festa de 1 ano da minha filha caçula!